domingo, 21 de novembro de 2010

Campanhas


Fico muito feliz em perceber várias campanhas que estão surgindo (tanto no Brasil quanto fora) em favor dos direitos dos homossexuais. Nós temos certo espaço na mídia, mas esse espaço é restrito, normalmente séries e filmes que abordam esse tema só passam em canais de TV fechada... e certos filmes nem chegam em locadoras. 


As TV´s abertas ainda não tem coragem de dar " a cara a tapa" e quando colocam um casal gay no horário nobre, é sempre aquele romance morno, sem nenhuma cena muito mais íntima que um beijo na bochecha. Mas nem vou entrar nessa discussão aqui, porque estaria sendo redundante, afinal de contas já fiz um tópico sobre isso. 

O que quero realmente é colocar alguns link´s e vídeos dessas campanhas as quais estou me referindo. Não só campanhas de televisão, mas também campanhas que começam em blog´s e tomam uma proporção maior, graças a meninas que estão dispostas a fazerem as coisas mudarem.

Blog Fala Rapha


Iniquidade Não Quer Dizer Homofobia



Essa campanha foi lançado no blog da Fala Rapha, a favor do voto consciente. O que aconteceu foi o seguinte, este senhor que está nessa foto (Pastor Paschoal Piragine Jr) resolveu que queria dar uma aula de português para os fiéis que estavam o assistindo, e decidiu começar pelo significado da palavra Iniquidade! Contudo, imagino que o dicionário que este Homo Habilis tem em casa, é um "POUQUINHO" diferente do nosso... Segundo ele iniquidade quer dizer "pecado", safadeza, orgia, homossexuais, liberdade cultural... tudo num mesmo balaio. 

Não contente em ensinar para os fiéis o significado errado da palavra, ele ainda vem pedir ORDENAR que as pessoas que estavam ali não votassem em nenhum político que não fosse a favor da CAUSA RELIGIOSA!

Assistam o vídeo no Blog da Rapha e vocês vão entender melhor o que eu quero dizer!  



Outdoor Alternativos


Essa campanha foi criada, em decorrência de um outdoor que o Pr.Silas Malafaia espalhou pelas ruas do Rio de Janeiro. Vale a pena dar uma olhada no post da Rapha no blog dela!! Aproveitem e mandem suas frases... "Por um outdoor sem preconceitos".

Revista Dama

Uma revista voltada para o público feminino... mas com uma visão diferente e com propostas inovadoras! Vou colocar abaixo uma parte de um post em que explica um pouco qual o intuito da revista eletrônica Dama! (Eu sei, uma revista não é uma campanha... mas entendam o meu "campanha" também como significado de algo inovador!) 

Algo que pretendemos deixar claro é que, segmentar uma revista para o público homossexual e bissexual feminino não é limitar essa revista apenas e tão somente a esse público. O que pretendemos é atender aos gostos e preferências do público com uma publicação que contenha somente os seus interesses. As revistas para as mulheres heterossexuais, atualmente, são muito mais voltadas para a conquista do sexo oposto, a construção de uma família com o sexo oposto, como ficar bonita para o sexo oposto, o que o sexo oposto procura, o que ele gosta em uma mulher e assim sucessivamente. Isso não pode ser algo que uma mulher homossexual goste de ler, isso passa longe do gosto de uma mulher gay e precisamos preencher esse espaço com informações que realmente possam interessar."



Campanha brasileira a favor da aprovação do casamento entre homossexuais.

"A campanha é promovida pela Associação Cultural MixBrasil. A apresentadora do programa 'Happy Hour' do GNT, e o VJ da MTV foram as primeiras personalidades a posar com o cartaz da iniciativa. De acordo com os organizados, as atrizes Regina Casé e Betty Faria serão as próximas a apoiar a causa"



NOH8 significa No Hate 8. Esta campanha foi criada nos Estados Unidos após a Proposition 8 vetar o casamento entre homossexuais no Estado da California (e se não me engano em vários outros estados). Sendo que vale lembrar que o casamento homossexual havia sido considerado legal, e após alguns meses dessas liberação (depois que vários casais tinham oficializado sua união) entrou em vigor a Proposition 8, tirando o direito que já havia sido conquistado. 

Ainda está "pulando" de um tribunal para o outro se a Proposition 8 vai continuar prevalecendo ou não. Mês passado um juiz considerou a P.8 inconstitucional, e teria decidido anulá-la, mas como nada é tão fácil assim, alguns religiosos entraram com um pedido para que fosse revisto essa questão... Resumo da ópera, só quando as apelações chegarem a Suprema Corte é que será definido o destino da P.8. 

O site da NOH8 é muito legal e eu aconselho vocês a darem uma olhada nas fotos e nos vídeos.



Sabem a Cindy Lauper, cantora que eternizou a música dos Goonies (SLOT QUER CHOCOLATEE) e Girl Just Wanna Have Fun?? Pois é, ela tem uma fundação chamada True Colors e lançou, juntamente com a Fundação Sara Blakely,  uma campanha chamada Give a Damn que em uma tradução livre seria "Eu dou a mínima". A Cindy não é lésbica e nem Bi, contudo, no site dela pode-se ver a seguinte declaração:
"Em minha vida, cruzei com muitas pessoas e presenciei na pele o que é ser descriminado, então eu me dei conta de que a igualdade significa muito às pessoas que não a tem Se nós todos dermos a mínima (Give a Daman), poderíamos garantir que a igualdade para todos realmente inclua a todos." 

É uma campanha maravilhosa, que já tem vários participantes e que está crescendo cada vez mais. No site é possível se inscrever para receber e-mails sobre as novidades na luta a favor dos direitos LGBT.



Essa é mais uma campanha realizada contra a Proposition 8, entretanto, pode-se dizer que é uma campanha super bem-humorada! Mas nem por isso perde a credibilidade, a diferença é que a abordagem tem um "que" de comédia, e eu particularmente, ADOREI! Vou colocar abaixo o primeiro vídeo da campanha.

No site é possível comprar blusas e bottons com o slogan da campanha ou com os dizerem "Some Chicks Marry Chicks, Get Over It" ou ainda " Some Dude Marry Dude, Get Over It", eu achei as frases maravilhosas e COMPREI UMA PRA MIM! HÁ! =) E ainda sou cara de pau e vou usar no trabalho hehe





IT GETS BETTER




It Gets Better, foi um projeto lançado nos Estados Unidos que luta contra o bullying sofrido pelos adolescentes e adultos nas escolas e nos trabalhos. Várias pessoas se reuniram para realizarem vídeos em que contam suas histórias e incentivam as pessoas a seguirem em frente e não se deixarem abater por pessoas preconceituosas e ignorantes. 

Esse projeto surgiu após várias noticias de jovens americanos que estavam cometendo suicídio por não suportarem a vida escolar, devido a quantidade e qualidade de bullying que sofriam no colegial.

Eu sei que quando estamos passando por um período muito ruim na vida, conselhos e palavras de apoio nem sempre ajudam efetivamente, já que somente a pessoa pode modificar a sua vida. Mas escutar vários exemplos de pessoas que passaram e passam pelas mesmas coisas, nos ajudam a ter forças para continuar seguindo em frente e com a esperança de um "futuro" melhor.





Acho que vocês já escutaram a música da Lily Allen nomeada de FUCK YOU, a letra por sí só já é uma crítica a homofobia:

Fuck You

Look inside
Look inside your tiny mind
Now look a bit harder
Cause we're so uninspired,
Sso sick and tired
Of all the hatred you harbour.

So you say
It's not OK to be gay
Well I think you're just evil
You're just some racist
Who can't tie my laces
Your point of view is medieval

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Do you get
Do you get a little kick out of
Being small-minded?
You want to be like your father,
His approval you're after
Well that's not how you find it.

Do you,
Do you really enjoy
Living a life that's so hateful?
Cause there's a hole where your soul should be
You're losing control of it
And it's really distasteful

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you, fuck you
Fuck you, fuck you, fuck you
Fuck you

You say you think we need to go to war
Well you're already in one
Cause it's people like you
That need to get slew
No one wants your opinion

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you (fuck you)
Fuck you very, very much
Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

Fuck you
Fuck you
Fuck you


Foda-se

Olhe dentro
Olhe dentro da sua mente pequena
Depois olhe mais atentamente
Porque ficamos tão desanimados
Tão enjoados e cansados
De todo ódio que você guarda

Então você diz
Que não é normal ser gay
Eu acho que você é malvado
Você é apenas um racista que
Sequer serve para amarrar meus cadarços
Seu ponto de vista é medieval

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque odiamos o que você faz
E odiamos toda sua turma
Por favor, não se aproxime

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque suas palavras não conduzem
E está ficando muito tarde
Então por favor, não se aproxime

Você se sente
Você gosta de ter
uma mente pequena?
Você quer ser como seu pai
É aprovação que você quer
Bem, não é assim que vai encontrá-la

Você
Você realmente curte viver uma vida
tão cheia de ódio?
Porque há um buraco onde sua alma deveria estar
Você está perdendo o controle
E é realmente nojento

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque odiamos o que você faz
E odiamos toda sua turma
Por favor, não se aproxime

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque suas palavras não conduzem
E está ficando muito tarde
Então por favor, não se aproxime

Vá se foder, vá foder, vá se foder
Vá se foder, vá foder, vá se foder
Vá se foder

Você diz você acha que precisamos ir pra guerra
Bem, você já está em uma.
Pois são pessoas como você
Que precisam de uma lição
Ninguém quer sua opinião

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque suas palavras não conduzem
E está ficando muito tarde
Então por favor, não se aproxime

Foda-se
Foda-se muito, muito mesmo
Porque suas palavras não conduzem
E está ficando muito tarde
Então por favor, não se aproxime

Vá se foder
Vá se foder
Vá se foder


Ela não escreveu essa música pra nenhuma campanha (até onde eu sei) ou coisa do tipo... mas até quem não gosta do estilo das músicas dela (como eu) tem que admitir que a letra ficou muito legal e é ótima para extravasar (principalmente depois que você é expulsa de um táxi por dizer que é a favor do casamento homossexual). 


Já que ela não escreveu para nenhuma campanha vocês podem estar se perguntando "porque diabos ela colocou essa música nesse post?"... Simples! Porque um dia um grupo de pessoas em algum canto do mundo, resolveu fazer um vídeo com essa música, e obviamente o tema era HOMOFOBIA! São pessoas que não são famosas, mas que resolveram se juntar para fazer um vídeo "interpretando" essa música, e depois colocaram no youtube. Eis que outras pessoas viram e resolveram fazer também... resultado... foram feitos vídeos na França, Argentina, Brasil, Hungria, EUA, México... 


Não foi uma campanha organizada nem nada do tipo, e nem sei exatamente como a difusão desses vídeos aconteceram (onde começou e onde terminou) se é que houve uma difusão, vai ver foi algo meio noosfera... o que interessa é que os vídeos são muito legais, passam uma mensagem linda e estão disponíveis no youtube, para que sempre a gente possa dar uma olhadinha!

Divirtam-se







L.L

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu estou feliz por ver todas essas campanhas sendo veiculadas, vendo a mobilização não só da comunidade homo como também há manifestações do heteros. Espero um dia que a sexualidade alheia não seja motivo de discussão.

Ucha disse...

Olá! tem selinho pra ti no meu blog. beijos.
http://diversifiquesuavida.blogspot.com/2011/02/selinhos.html